Resenha: Marshmallow

capa-marshmallowNome: Marshmallow
Autora: Dorothy Koomson
star-rating-icon-5-best

Sinopse:

Uma história de redenção, esperança e a descoberta de amor nos lugares mais inesperados.

Quando Kendra Tamale regressa à Inglaterra, fugindo de velhas mágoas e em busca de um novo começo, aluga um quarto de Kyle, um homem separado e pai de dois filhos, de quem se aproxima, contra todas as suas expectativas. Porém, essa amorosa e simpática mulher esconde algo sombrio em seu passado.

O que acontecerá quando esse segredo vir a tona e Kendra tiver que enfrentar seus próprios demônios?

A única forma de remediar a situação é confessar o erro terrível que cometeu há muitos anos atrás, algo que prometeu nunca fazer.

__________________________________________________________________________________________________

Oi gente, tudo bem? Eu estou bem também, obrigada!

Ufa! A sensação ao terminar de ler esse livro é de alívio. Alívio por não ter que ler mais sobre o assunto-chave e alívio por ter a ideia de que tudo de ajeitou.

Kendra, ao voltar à Inglaterra, aluga um apartamento de Kyle, com a intenção de se tornar invisível ao mundo à sua volta. Ela não queria fazer novos amigos ou encontrar novos amores, ela só queria tocar a vida. Até que conhece os gêmeos Summer e Jaxon.

Summer e Jaxon são os filhos do senhorio de Kendra, que por acaso é Kyle. A atração, simpatia e amor pelos gêmeos é instantânea. E Summer e Jaxon, menina e menino de seis anos de idade, não poderiam ser mais recíprocos a todos os sentimentos que Kendra passa a ter por eles. A reciproca é verdadeira e imediata.

É tanto amor que ao longo da história essa convivência vai ter tornando vital para todos os envolvidos. E você entende porque foi amor à primeira vista.

Kyle está em vias de se separar da mulher, que “fugiu” para os Estados Unidos, o abandonando com as duas crianças pequenas. E após ter certeza de que ela não voltaria, fica completamente perdido quanto ao que fazer de sua vida. Até que Kendra entra na sua vida e muda tudo.

Kendra tinha todos os motivos para não se envolver com essa família, mas também tinha todos os motivos para fazê-lo. Kyle e seus filhos tem uma vida bagunçada, desestruturada e marcada por momentos que poderiam traumatizar as crianças de forma irreparável. Kyle demora a confiar em Kendra e vice-e-versa. Mas alguns fragmentos daquela família são contados pelas crianças, que têm seu jeito próprio de lidar com o abandono da mãe.

Os segredos de Kendra e Kyle são revelados aos poucos, muito aos poucos devo dizer. Kendra quer esquecer o passado, mas não consegue se livrar da culpa e nem do que aconteceu quando ela era mais jovem. Não vi como as duas coisas estavam entrelaçadas, mas dá para ver nitidamente o peso que Kendra carrega.

Já os segredos de Kyle são mantidos guardados por medo, por vergonha, por achar que as coisas mudariam por si só ou que sua esposa cairia em si antes de destruir completamente sua família. Mas as coisas não mudaram, e ele não sabia como lidar com aquilo.

Kendra e Kyle encontram um no outro uma amizade sincera, sem querer nada em troca e apesar de se conhecer a pouco tempo, compartilharam um mundo de amor pelas crianças. E eram elas que os mantinham unidos.

Quando as coisas apertam, e eu não posso dizer o que, Kendra é quem mantém Kyle lúcido, respirando. É Kendra quem tem que colocar um pouco de razão na cabeça de Kyle e por vezes, até brigaram por assuntos tão “família”. Kendra não era mãe das crianças, mas as tratava como seus filhos e os amava como tal.

O passado de Kendra impede que ela toque a vida, que ela deixe de se odiar ou de repudiar quem ela foi um dia. Ela demora bastante para perceber que precisa mudar esses sentimentos em relação ao passado se quer mesmo ver adiante. O motivo que a faz sair da Austrália, às pressas, também é revelado e é o mesmo motivo que a faz pensar em voltar.

Mas o que ela tem com a família de Kyle, que passou a ser a dela também, não poderia ser mais real do que ela poderia ter ao voltar para a Austrália. E tudo bem para ela, pois o presente é exatamente o que ela poderia querer.

A história de Kendra, Kyle e sua esposa é bem sofrida, cheia de mágoas, coisas que precisam perdoar, dor e arrependimentos. É uma leitura pesada, com temas sufocantes e quando envolvem Summer e Jaxon fica um pouco pior.

O papel de Summer e Jaxon neste livro, acredito eu, é colocar esperança no coração de Kendra e Kyle, é a possibilidade de que as coisas vão melhorar e que a parte do sofrimento ficará no passado. São duas crianças brilhantes, apaixonantes, engraçadas e divertidas, são crianças que precisavam do amor exatamente quando Kendra chegou em suas vidas. E esse amor é o que mudou tudo na vida deles, inclusive para Kendra e Kyle.

Boa leitura!

Beijos

Flá ♥

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s